As 10 desculpas mais utilizadas para não dar sangue

1. Tenho medo de dar sangue. Uma grande parte das pessoas sente isso quando vai dar sangue pela primeira vez. Mas logo depois, perdem o receio e a dádiva de sangue torna-se natural e simples. Observe o à-vontade e descontração das pessoas que regularmente vão dar sangue e tire as suas conclusões

2. Não tenho tempo. Todo o processo da dádiva, desde a inscrição, entrevista médica, recolha de sangue até à refeição, demora menos de uma hora.

3. O meu sangue não é bom. Uma amostra do seu sangue será analisada. Se for detetada alguma alteração, terá conhecimento disso e será informado sobre medidas a tomar.

4. O sangue faz-me falta. Num adulto existem entre 5 e 6 litros de sangue. No decorrer da dádiva ser-lhe-á colhido menos de 10% do volume total de sangue do seu organismo.

5. Vou sentir-me enfraquecido(a) depois da dádiva. Uma unidade de sangue doada tem 450 ml. As proteínas e as células sanguíneas existentes neste volume são rapidamente repostas em circulação pelo organismo.

6. Tenho medo de ficar doente. Todo o material utilizado para colher o seu sangue é estéril, descartável e de utilização única. Não há nenhum risco de adquirir uma doença infecciosa com a doação de sangue.

7. Não tenho idade para dar sangue. Qualquer pessoa saudável, com idade compreendida entre os 18 e os 65 anos pode dar sangue sem qualquer problema.

8. O meu tipo sanguíneo não é o que faz mais falta. Todos os tipos de sangue são necessários, mesmo aqueles que são mais raros. Basta que se lembre que você mesmo pode precisar de sangue.

9. Já há muita gente que dá sangue. É verdade, mas a procura de sangue, componentes e derivados não cessa de aumentar, graças aos progressos da ciência médica e à crescente extensão dos benefícios de uma assistência que se pretende de melhor qualidade a um número cada vez maior de pessoas.

10. Já dei sangue este ano. Qualquer pessoa pode dar sangue várias vezes por ano. Os homens de 3 em 3 meses e as mulheres de 4 em 4 meses.

Este texto faz parte integrante dum folheto informativo disponibilizado pelo recém-inaugurado banco de sangue do Hospital de Braga. O sangue é tão escasso quão necessário. Como não pode ser criado artificialmente, os stocks dos hospitais dependem das doações dos cidadãos saudáveis. Só no Hospital de Braga, e no ano 2014, foram necessárias cerca de 7 mil unidades de sangue para dar resposta aos doentes que dele necessitavam.

Do que preciso para dar sangue? Estar em boas condições de saúde,  ter entre 18 e 65 anos (até aos 60 anos se for uma primeira dádiva), ter pelo menos 50 kg e não estar em jejum. Quando posso dar sangue? O Banco de Sangue do Hospital de Braga situa-se junto ao Serviço de Psiquiatria e funciona nos dias úteis das 9h às 13h. Para mais informações, pode consultar no website do hospital.

Eu sei que não tenho aparecido muito por aqui, mas, sendo a causa tão importante, peço-vos o favor de passarem esta mensagem.  

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *