As melhores medidas para aliviar a dor da erupção dentária

oi publicado um artigo muito interessante na revista BMC Oral Health. Trata-se de um ensaio clínico que comparou 5 técnicas diferentes para aliviar a dor da erupção dos primeiros dentes. O estudo envolveu 270 crianças e pelo meio há alguns achados importantes.

Primeiro de tudo, sim existe um aumento da temperatura corporal com a erupção dentária nos bebés, mas não, esta não chega a ser uma verdadeira febre. De facto, o aumento da temperatura médio registado foi 0,16ºC, o que é quase insignificante. (Isto já tinha sido aqui falado).

Segundo, o que parece insignificante aos olhos dos médicos não o é aos olhos dos pais. «There were considerable discrepancies between body temperature reported by the mothers and recorded by the dentista.» A razão porque é que aos pais parece que a criança tem febre, quando o termómetro diz que não tem será um tema para estudar mais em profundidade (até porque continuará para já a ser um tema de desacordo entre pais e pediatras*). Eu arriscaria que pode ter a ver com o facto de outros sintomas que geralmente associamos à febre aparecerem também com a erupção dentária. Segundo o estudo, «hipersalivação  (92%), distúrbios do sono (82,3%) e irritabilidade (75,6 %).» são os mais frequentes.

Terceiro, sobre as 5 medidas não farmacológicas (isto é, excluindo medicação) que foram estudadas – 1) colo/conforto, 2) gelo local, 3) massagem das gengivas, 4) anel para dentição 5) alimentos para mastigar, o estudo conclui que as medidas mais eficazes na redução do desconforto associado à erupção dentária são os  anéis para dentição, o colo e a massagem das gengivas (por esta ordem de eficácia). No estudo, foi utilizado um «plastic teething ring (Panberiz, Bushehr, Iran)». Pesquisando no google images, será qualquer coisa como isto:


[fonte: dreamstime.com] 

Estão fartinhos de saber o que são estes ‘brinquedos’. Eles funcionam como uma massagem da gengiva realizada pelo próprio bebé. Alguns até se podem guardar no frigorífico, para o frio aliviar ainda mais a gengiva inflamada (apesar de isto não ter sido estudado aqui). Mas se o bebé não pegar no brinquedo, os pais podem massajar a gengiva com um dedo (bem lavado) ou uma escova de dentes macia – o método que ficou em terceiro lugar. Mas lembrem-se sempre: dar muito colinho. As medidas de conforto que ficaram em segundo lugar são com certeza as mais baratas e fáceis de dar a um bebé que chora.

*Poderão querer ler o que a Dra. Isabel Lesquita (dentista) e o que o Dr. Hugo Rodrigues (pediatra) escreveram sobre o tema.

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *