Bigode versus Spiderman

Um dos milhares de nomes que chamo ao JM é Johnny Bigode. É uma derivação rebuscada da música ‘Johnny B Good’ do imortal Chuck Berry, mas tarde adoptada e tocada pelos Ten Years After nos seus concertos ao vivo. A história de como os Ten Years After entram na discografia cá de casa não é menos complexa. Esta banda hippie (tocaram no famoso Woodstock de 69) é um símbolo daquele blues rockado que o meu pai e um tio materno (avô e tio-avô dos pequenos, respectivamente) nos foram educando a gostar.1 Esta tradição familiar mantém-se, felizmente.

Nestes passeios errantes pela blogosfera. Deparei-me com estas imagens. Querem melhor Johnny Bigode do que este sugerido pelo Blog da Carlota? Eu adorei a ideia, mas há dois ‘senãos’. Senão número 1: cá em casa, não somos muito DIY. Uma prova disso é que demorámos quase dois meses a perceber que DIY não era uma marca de decoração, mas sim do it yourself. Senão número 2: vai ser difícil de bater o fato de spiderman, que recebeu no aniversário.

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *