Brincadeiras ao Sol (II)

O post relativo aos óculos de Sol está prometido para amanhã. Entretanto, e para responder a algumas perguntas que me têm feito, tenho a necessidade de acrescentar algumas notas relativas aos cremes protectores.

(1) Os cremes de filtro físico são mais estáveis e não implicam reacções químicas para surtirem efeito. Assim, podem ser aplicados no momento em que há exposição solar (isto é, ao sair de casa ou já na praia). Como expliquei no post anterior, a película branca que fica na pele da criança significa que o efeito reflector dos sais de zinco e/ou titânio está presente. Logo, haverá a necessidade de aplicar mais creme assim que a camada branca deixar de se ver. Não há um tempo exacto para o fazer, terá que ser o ‘olhómetro’ dos pais a avaliar.

(2) Os cremes de filtro químico são diferentes. Exigem reacções químicas ao nível da pele que levam o seu tempo. Por essa razão, os fabricantes recomendam aplicar cerca de 30 minutos antes da exposição solar e, posteriormente, reforçar a aplicação de creme a cada 30 minutos. De facto, conheço poucas pessoas que o façam. A verdade é que a maioria dos cremes de protecção solar para crianças são mistos, isto é, contêm filtros químicos e os tais filtros físicos mais estáveis, que aumentam o seu índice de protecção UV para os tais 30-50 e mantêm a protecção para lá dos 30 minutos. Mas, se os fabricantes pedem reforços de 30 em 30 minutos, quem sou eu para dizer o contrário.

(3) Quanto à necessidade de trocar todos os anos de cremes protectores solares, mais uma vez, são as recomendações das marcas fabricantes e eu não recomendarei o contrário. Sendo um creme 100% mineral, isto é, apenas com filtros físicos, eles são suficientemente estáveis para aguentar de um ano para o outro, se houver o cuidado de não os submeter a temperaturas muito altas (esquecendo-os ao Sol, por exemplo). Quanto aos que contêm filtros químicos, as moléculas não são tão estáveis, pelo que as propriedades protectoras do creme podem perder-se de um ano para o outro. Lá em casa, compramos cremes novos para as crianças e para a Mãe. Eu fico com os restos do ano anterior, porque confio na componente de filtro físico, que (repito) existe em praticamente todos os cremes de factor 30 e 50 para criança. E são esses que sempre usei, sem escaldão.

(4) Depois da exposição solar é preciso mais cuidados com a pele? Claro! Primeiro, hidratar o organismo com grandes quantidades de água e minerais. As frutas e os legumes têm ambos os componentes. Segundo, hidratar a pele, aplicando creme ou leite de corpo. Se aparecer vermelhão (vulgo escaldão), pode ser uma queimadura de primeiro grau. Deverá ler este post aqui e ir comprar creme gordo. Exemplos de cremes gordos: Nívea lata azul (Alemão) , Creme Gordo Barral (fábrica portuguesa comprada pela empresa italiana Angelini, mas disponível em qualquer supermercado) ou Creme Gordo ATL (grupo EDOL, 100% português, mas apenas disponível em farmácias e para farmácias).

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *