É que o tempo frio ainda nem chegou

Eu sei que alguns leitores se assustam com estas minhas ausências injustificadas. De facto, a carga viral cá em casa anda em níveis muito altos. Nada que não se resolva, mas tem corrido toda a gente. Em boa verdade, só se safou o cão, que, apesar de não ser gente, tenta passar como tal, nomeadamente quando, no silêncio da noite, sobe para o sofá.

A título de exemplo, e só nas últimas três semanas tivemos cá em casa constipações/gripe (várias), uma amigdalite vírica, uma bronquiolite, um eritema multiforme, uma otite média aguda e uma pneumonia. Dias de sonho que incluíram ainda uma laringite do pai. Coisa de crianças, que me deu direito a uma viagem de INEM e um dia ‘de baixa’ (o primeiro da minha vida profissional, que eu me lembre).

No meio disto tudo, as solicitações profissionais não param de surgir, pelo que ando aqui aos papéis, entre hospitais (muito), faculdade (um pouco menos) e casa (de menos).  As ideias para textos têm se acumulado. Prometo fazê-los sair com mais frequência nos próximos dias, pese embora a saga virusal esteja longe de terminar…

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *