Fomos baptizar o MM (III)

Fizeram-me esta pergunta várias vezes: baptismo em conjunto ou individual?  O baptismo do JM foi ‘encomendado’ a um padre da família, que, no mesmo baptismo, aviou três primos. Tivemos uma das capelas de Cristo-Rei por conta da família. Mas o MM foi baptizado em conjunto com mais 5 crianças: quatro completas desconhecidas e uma priminha – irmã de outro priminho que fora baptizado juntamente com o JM. (Nós Pintos somos assim para o procriador.)

Porquê em conjunto desta vez? Porque decidimos que iríamos fazer na paróquia de um dos primos (menos burocracia para uma das partes). Quando me dirigi à paróquia de Matosinhos, disseram-me que tinham data para Agosto (o que permitiria apanhar alguns primos emigrados ainda pelo Porto), mas que incentivavam os baptismos em conjunto, uma vez que se trata de um acto de introdução à vida e à comunidade cristã. Fez sentido e aceitámos a sugestão. Pouparam-nos o trabalho de arranjar igreja, padre, decoração, etc. Mas, sinceramente, não houve grande espírito comunitário. Se chegámos a cumprimentar as outras famílias, foi apenas com aquele esgar de quem entra no mesmo elevador. Praticámos todos o mesmo ritual ordeiramente e segui cada família pelo seu caminho. Felizmente, o nosso levou-nos à Casa do Ribeirinho, onde almoçámos lindamente. As crianças têm um parque infantil (permanentemente instalado nos jardins da casa) e ainda alugámos um inflável para os mais velhos saltarem e rebolarem pela tarde dentro.

Como vêm, a Elisabete já nos enviou algumas fotografias do baptismo do MM. É tão bom poder guardar fotografias com esta qualidade profissional. Arrependo-me de não termos feito o mesmo no baptismo do JM. Temos um registo mais amador, de um JM no dia do seu baptismo (cheio de febre, por azar). É uma data importante nas suas (e nas nossas) vidas que vamos querer recordar para sempre. Podem ver mais fotografias na página do facebook.

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *