Mãos muito suadas

Hoje tive uma visita que me encheu o coração de alegria. Uma adolescente sofria de hiperidrose palmar (sudorese excessiva das mãos), há vários anos. Fizemos-lhe uma simpaticacetomia toracoscópica bilateral e o resultado, segundo a própria, foi excelente. Vinha com uma atitude mais positiva, menos envergonhada, confiante.

A hiperidrose (ou hipersudorese) é a produção de suor em excesso. Na maioria das vezes ela é palmar (palma das mãos), mas pode afectar também os pés e as axilas, é uma doença altamente incapacitante. A hiperidrose palmar primária é o nome específico que damos quando não existe causa aparente para este excesso de suor. Em 40-50% dos casos há um pai ou uma mãe que sofrem da mesma perturbação. Esta doença manifesta-se no início da adolescência. O/a adolescente pinga literalmente das mãos, o que o/a  limita em gestos quotidianos tão simples como escrever, manipular objectos, praticar certos desportos, dar a mão aos amigos. Todos nós passámos pela adolescência e sabemos que não é uma fase fácil, quanto mais se tivermos limitações que nos impedem de ter uma vida plena. A hiperidrose palmar primária tem um impacto enorme na auto-estima destas crianças. Já se imaginaram tão novinhos a ter que abandonar um desporto que gostavam, a ‘borratar’ os papéis da escola, a não poder dar  a mão a(o) namorado?

 dcc-hyperhidrosis2
[fonte: dermcarecharlotte.com]

Talvez por ser vista como uma fatalidade («já o teu pai é assim»), a hiperidrose palmar primária é sub-diagnosticada. Estima-se que 1-3% da população sofra desta doença, mas o número de doentes tratados não corresponde a este número. Nem todas as situações terão a mesma gravidade e existem soluções não cirúrgicas para os casos mais leves. Mas, de facto, a única solução definitiva é o palavrão que escrevi mais acima: simpaticectomia toracoscópica bilateral. Por toracoscopia (isto é, utilizando uma câmara de vídeo introduzida no tórax, através de uma incisão de 5mm na axila) e com mais uma incisão de 5mm (logo abaixo da anterior), corta-se a cadeia nervosa simpática, responsável pelo reflexo de hipersudorese. Faz-se isto bilateramente, isto é, dos dois lados, pelo que a adolescente fica com 2 mini-incisões por baixo da axila em cada lado. É uma cirurgia com anestesia geral, mas a alta é dada logo no dia seguinte.

ets1
[fonte: sweatthroughit.com/]

Os resultados são de facto imediatos. No próprio dia da cirurgia as mãos já estavam completamente secas. Hoje, considera que sua menos dos pés, embora a experiência de outros casos nos diga que pode haver alguma hipersudorese compensatória noutras regiões do corpo, nomeadamente os pés.  Ela gosta muito de escrever e o suor nas mãos dificultava-lhe muito. O ânimo dela agora é tanto, que acho que ela vai melhorar as notas (que não eram famosas). Eu já lhe encomendei uma redacção: como correu a minha operação. Depois peço-lhe autorização para colocar aqui uns excertos.

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *