O pai quis, o pai teve

Segunda-feira recebi uma encomenda da própria Insania. Lá dentro vinham quatro caixas, correspondentes aos quatro pedidos do pai. De alguma forma a Insania quis agradecer a publicidade que lhes fiz e eu agradeço. Nesse dia, cheguei a casa demasiado tarde para partilhar a surpresa com os pequenos, mas de manhã…

A caneca do R2-D2 foi de imediato tomada pelo jovem Luke Skywalker cá de casa. O sabre de luz é partilhado. De dia, o JM brinca às espadas com tudo que lhe possa fazer frente (incluindo o cão). De noite, o pai circula pelos corredores da casa com o sabre em punho qual Darth Vader que não quer tropeçar nos brinquedos espalhados pelo chão.

O mais jovem Jedi também tem o seu pequeno sabre. É o abre-cápsulas sonoro. Ideal para cultivar o estilo taberneiro desde tenra idade.

Finalmente, o cofre R2-D2 que consegui manter na minha secretária a salvo dos rebeldes. O cofre abre por acção de um telemóvel Android ou iOS. Instala-se uma aplicação, define-se um código PIN e temos um robot com a cavidade abdominal impenetrável. Obrigado Insania!

NOTA: As jovens criaturas da última fotografia são este pai que vos escreve (à esquerda) e o seu adorado irmão mais velho (à direita). Uma fotografia que conservo desde que me conheço. Serve para ir matando saudades desse ser migrante, que passa a vida a trabalhar pelo mundo e que, ainda ontem foi para a Austrália, sem tempo para se despedir… o desnaturado.

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *