Pastilha elástica na mala da maternidade

Saiu um artigo estatisticamente complexo, mas com uma conclusão simples e bastante útil. Mascar pastilha elástica após uma cirurgia abdominal diminui o tempo de recuperação do trânsito intestinal. Ou seja, o acto de mascar estimula os reflexos nervosos autonónomos e a produção de hormonas e sucos gastrointestinais que põe o intestino a funcionar mais rapidamente, evitando a distensão abdominal, os vómitos e um internamento mais prolongado. Os autores reviram tudo o que já foi publicado sobre o tema, incluindo algum estudos em que metade das mulheres submetidas a cesariana mascavam pastilha elástica no pós-operatório e a outra metade não. (O artigo pode ser lido na íntegra aqui, após registo). A conclusão a que chegaram é clara: é benéfico para o doente mascar pastilha elástica assim que estiver bem acordado. Isso tanto é válido para a cesariana como para qualquer cirurgia abdominal aberta (isto é, não laparoscópica). Mais uma coisa para incluir na mala da maternidade. Não vá dar-se o caso de ser cesariana…

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *