PIPOP

Portal de Informação Português de Oncologia Pediátrica contém informação útil e credível sobre o cancro nas crianças. Tem conselhos para os pais de crianças oncológicas, depoimentos de outros pais que passam/passaram por situações semelhantes, glossário para traduzir palavrões médicos, entre outros. Existe também uma secção dirigida às próprias crianças e uma (que pessoalmente me impressionou muito) com o título ‘o meu irmão tem cancro’. Não é uma matéria fácil, mas devemos ter sobre ela algum conhecimento ou, pelo menos, saber onde buscá-lo.

O PIPOP é uma iniciativa da Fundação Rui Osório de Castro que, para além de apoiar cientifica e socialmente os pais das crianças oncológicas, aposta na melhoria das conhecimentos científicos dos profissionais de saúde que as tratam. Os protocolos terapêuticos seguidos na oncologia pediátrica têm regras estritas e os seus resultados são estudados e discutidos a nível europeu. Só assim se consegue ir aferindo qual a melhor estratégia para a criança em causa e também para os que lhe seguirão. É triste quando as respostas dadas pela Medicina não são suficientes, mas resta-nos continuar a estudar, na tentativa de melhorar estas respostas ou acrescentar novas às existentes. Acredito que qualquer nova resposta deve ser introduzida com a máxima prudência e segurança para as crianças, cumprindo os tais protocolos científicos. De outra forma, trata-se apenas de experimentalismo humano, tantas vezes proposto por quem se aproveita do desespero dos pais.
Ainda no PIPOP, podem encontrar todas as explicações sobre a doação da medula óssea. No próximo Domingo, entre as 9 e as 19h, passem pelo Todos por um!, um evento que pretende ajudar o Rodrigo e todos aqueles que procuram um dador compatível.

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *