Porque o pai quer: Samsung Galaxy S III

No que diz respeito a telemóveis ditos inteligentes (smartphones), tenho uma preferência clara pelo sistema operativo Android (usado pelos Samsung, Motorolas, LG, entre outros) em relação ao sistema iOS (utilizado nos iPhone). O primeiro pertence à google, uma empresa que, desde há muitos anos me oferece conta de e-mail, agenda online, leitor de feeds, edição de documentos por vários utilizadores, o Blogger, entre um sem número de outros serviços gratuitos que se baseiam no conceito do cloud computing. Antes da Macintosh sonhar com o iCloud, já a google disponibilizava espaço na ‘nuvem’ para os seus utilizares colocarem os seus e-mails, as suas fotos, aos seus documentos, e até alguns programas que correm sem necessidade de estar instalado no PC.

[fonte: samsung.com]

Sou um geek informático, não escondo. A verdade é que, a saltar de hospital em hospital, computador em computador, habituei-me a utilizar todas estas ferramentas que a google me oferece. Nunca mais me esqueço a cara incrédula de alguns colegas mais velhos quando eu respondia às trocas de urgência em função de uma agenda online partilhada com aquela a que viria a ser a Mãe cá de casa.

Toda esta introdução, para explicar porque sempre preferi o sistema Android. Quando comprei o meu primeiro smartphone, quis que ele funcionasse com a vida na ‘nuvem’ que já tinha. E não me tenho desiludido. Como a Mãe tem tudo iOS (iPhone, iPad, e agora até quer forçar um Macbook), tenho um termo de comparação muito próximo. Esta nossa divergência suscita um sem número de despiques amigáveis sobre qual é o melhor sistema operativo. O meu touché foi, há tempos, com este vídeo publicado pela própria Samsung a satirizar com a histeria à volta do iPhone 5. Está muito engraçado.

Mas cá em casa, respeitamos muito a divergência de opiniões. O pai queria o Samsung Galaxy S III. A Mãe deu. Obrigado.

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *