TOP 10 podcasts do pai

Já escrevi várias vezes aqui as vantagens dos podcasts. Para quem anda distraído, os podcasts são fontes de ficheiros audio que descarregam automaticamente no computador, no telemóvel, no ipod ou outro dispositivo electrónico do género. Imaginem que têm um programa de rádio favorito que não querem mesmo perder. Se não puderem ouvir quando ele for para o ar,  o podcast vai enviar-lhe uma cópia automaticamente. Para além da vantagem óbvia de não perder o programa, os podcasts  são uma excelente forma de aproveitar os tempos mortos, nomeadamente no trânsito. Em vez de ouvir música desinteressante, conversas inúteis e publicidade martelada a toda a hora, pode ir se entretendo e actualizando com o que realmente quer ouvir. Se por sorte não passa tempo nenhum no trânsito, pode ouvir os seus podcasts a passear o cão, a cozinhar, sentado nos transportes públicos, a fazer desporto e até a trabalhar no computador.

Se tiver um smartphone Android, já aconselhei aqui o BeyondPod, que é o leitor de podcasts que utilizo. (Estou certo que haverá soluções semelhantes para quem usa idiotphones, vulgo iphones). No computador, aconselho o VLC media player. É gratuito e compatível com praticamente todos os tipos de ficheiros de som e vídeo. Para aqueles que trabalham em computadores blindados à instalação de software, à opção de descarregar a versão portable. A sua instalação não obriga a ter privilégios de administrador, mas, pelo sim pelo não, não digam ao chefe.

Posto isto, deixo-vos o meu TOP 10 dos podcasts que tenho no telemóvel (ordem aleatória).

  1. Governo Sombra (actualidade) – João Miguel Tavares, Pedro Mexia e Ricardo Araújo Pereira debatem os temas da actualidade nacional e internacional,  sob a moderação de Carlos Vaz Marques. Os nomes dos intervenientes falam por si. O melhor programa de debate da televisão começou na rádio alguns anos antes. [link]
  2. Visão Global (actualidade) – Para mim, o melhor programa sobre actualidade internacional. Se muitas vezes fica perdido no meio dos conflitos internacionais, das crises económicas além fronteiras, das guerras políticas, o jornalista Ricardo Alexandre explica. Este programa semanal inclui entrevistas a gente que vive os acontecimentos por esse mundo fora com a profundidade que as televisões por vezes não querem ou não podem chegar. Os comentários do embaixador José Cutileiro no final de cada peça jornalística são uma mais valia. [link]
  3. Cor do Dinheiro (actualidade) – Camilo Lourenço explica ‘por miúdos’ temas de finanças e economia. Para quem não se move muito bem nestas áreas, vejo nestas explicações uma forma prática de andar minimamente informado sobre estas questões da crise económica, orçamentos, etc.. [link]
  4. Lugares Comuns (cultura) – Um programa da Anrtena 1 que explica o significado de palavras e frases que muitas vezes usamos, sem lhe conhecer o sentido e a origem. É a minha dose diária de cultura popular. Por exemplo, sabem porque chamamos pimpolhos aos nossos pequenotes? Vejam aqui e subscrevam este podcast. [link]
  5. Livro do Dia (cultura) – Sugestões de leitura de Carlos Vaz Marques. Ele é editor da Granta Portugal e sabe do que fala. [link]
  6. Pessoal e Transmissível (cultura) – Outra vez Carlos Vaz Marques, mas em modelo de entrevistador. Do outro lado, sentam-se escritores, cientistas, políticos, filósofos, actores, músicos. A forma como decorrem os diálogos é surpreendente. São sempre tão fluídos, quase como se de uma dança se tratasse. Pura arte. [link]
  7. Mundo Digital (informática) – Rui Tukayana apresenta as últimas novidades de gadgets e informática. Esta é (parte) da minha dose diária de actualidade tecnológica. [link]
  8. TSF Runners (desporto) – Dicas e novidades para corredores. Programa semanal obrigatório para iniciados e profissionais. [link]
  9. José Candeias – HÀ Conversa (actualidade) – Já aqui falei do jornalista José Candeias. Ele tem sempre entrevistados inesperados, que fazem coisas diferentes, que se lançam em desafios estranhos, projectos pessoais e colectivos de grande valor. Gente que sai do circuito main stream das televisões,  mas que tem mérito. [link]
  10. Peste.fm (música) – O Pedro Esteves foi o primeiro radialista online que conheci. Sigo o seu o programa de sugestões musicais Lado B, há mais de 7 anos. Para além deste programa semanal, o Pedro edita mixtapes (compilações misturadas). O estilo de música não é comercial, mas também não é demasiado intelectual. Trata-se de música alternativa, com o seu quê de lounge/electrónica e algum rock à mistura. Ideal para estudar, mas também para correr. [link]
Se são adeptos de podcasts e/ou se têm mais sugestões para além destas, por favor, deixem links na caixa de comentário. 

João Moreira Pinto

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *